ePrivacy and GPDR Cookie Consent by Cookie Consent
Oh Snap!

Please turnoff your ad blocking mode for viewing your site content

Mundo Criativo

Tudo pode ser criativo

Auxílio Emergencial

/
/
/
46 Views

Depois de um ano intenso e cheio de surpresas, chegamos ao último ano do mês e também o último auxílio emergencial.

Pra quem não se lembra, o auxílio emergencial, que se iniciou em abril.

Primeiramente teria 3 parcelas de R$600,00, do qual se estendeu por mais 2 meses no mesmo valor, e depois ainda prorrogado até o final deste ano com mais 4 parcelas de R$300,00.

Ao todo, o governo federal pagará 9 parcelas do auxilio emergencial, finalizando então, agora em dezembro.

Ele foi destinado aos microempreendedores individuais, para trabalhadores informais que são inscritos no Cadastro Único e brasileiros desempregados brasileiros.

Porém, é importante ressaltar que vários ciclos anteriores ainda estão em andamento, como os seguintes:

  • Ciclo 3: saque ou transferência para nascidos em novembro e dezembro;
  • Ciclo 4: saque ou transferência para nascidos em outubro a dezembro;
  • Ciclo 5: depósito para conta poupança social digital para quem nasceu entre julho e dezembro;
  • Ciclo 5: saque ou transferência para quem nasceu em janeiro e fevereiro;
  • Ciclo 6: depósito em poupança social para quem nasceu em janeiro e dezembro;
  • Ciclo 6: saque ou transferência para quem nasceu em janeiro e fevereiro;

auxilio-emergencial-confira-datas-de-dezembro

Mas quantas parcelas do auxilio emergencial vou receber?

Tudo vai depender de quando você recebeu a primeira parcela do seu auxílio emergencial.

Se a sua primeira parcela foi em abril, o total serão 9 parcelas. se começou em maio 8 parcelas, se foi em junho serão 7 parcelas e assim respectivamente.

O auxílio emergencial será prorrogado para 2021?

É importante também, destacar que Paulo Guedes, ministro da Economia, considera ainda a possibilidade de estender o auxílio para o ano de 2021, dependendo da progressão da COVID-19.

O ministro afirma que se nosso país passar por uma segunda onda intensa do vírus, o auxílio poderá ser necessário.

Ele também afirma que agora o governo já sabe quem precisa e será mais fácil, caso haja prorrogação.

Fonte: Istoé

 

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

This div height required for enabling the sticky sidebar